terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

para Pri, do blog Peripécias na cozinha: antepasto de berinjela

No dia do pão de cebola, comentei aqui, que fizemos também um antepasto de berinjela pra comer com pão. Aí a Pri, do blog Peripécias na cozinha, que faz receitas inspiradoras, perguntou a receita. Como essa é uma coisa que faço "a olho", vou tentar transcrever o melhor possível:

Ingredientes:

- 2 berinjelas médias
- 1 pimentão grande amarelo ou vermelho
- 2 cebolas médias
- 4 a 5 colheres de sopa de shoyu
- 1 colher de sopa de mel
- ervas como tomilho, manjericão e orégano.
- pimenta moída na hora
- azeite a gosto

Corta-se tudo em cubinhos e coloca-se em uma assadeira, berinjela por baixo, pimentão e cebola por cima. Regar com o azeite, o mel, o shoyu e os demais temperos. No caso das ervas, como eu tenho horta em vasos, costumo colocar os raminhos inteiros e depois tirá-los na hora de servir. Mas pode-se usar os temperos que se compram em frasquinhos mesmo. 
A garantia de sucesso é a combinação de mel e shoyu (lembre que o shoyu já tem sal, não é preciso salgar mais). Deixar no forno médio tampada com papel alumínio por 20 minutos. Tirar o papel alumínio, mexer tudo com uma colher e colocar novamente no forno por mais 20 minutos, pra secar o excesso de água que a berinjela solta. Se desejar, pode colocar mais um pouco de azeite.
Fica bem bacana servir com pão árabe ou então aqueles barquinhos que colocavam salada de maionese antigamente, lembra?

Colocando em um pote bem fechado, dura uma semana ou mais na geladeira.



segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

cozinhando com amigos: o verdadeiro moussaka

E foi assim mais um final de semana gastronômico lá em casa: cozinhando com amigas o verdadeiro Moussaka. Na verdade foi a vez da Tamy cozinhar. A minha parte foi preparar a "carne" de soja para substituir pela carne de vaca que vai, originalmente, na receita. Neste caso, usei duas xícaras de proteína texturizada de soja escura, hidratadas com o caldo de legumes diluído em água, folhas de louro e raminhos de salsa. Deixei cerca de 20 minutos, depois joguei numa peneira, apertei bem pra sair a água e pronto. Refoguei com os temperos da receita normalmente.

Aqui vai a receita original:

Moussaka
Ingredientes:
- 4 batatas grandes cozidas e fatiadas (fatias finas)
- 2 berinjelas grandes fatiadas (fatias finas)
- azeite extra-virgem à vontade
- 1/2 quilo de carne moída sem gordura (substituímos por 2 xícaras de proteína texturizada de soja)
- sal e pimenta do reino a gosto
- 1 cebola média picada
- 4 dentes de alho picados
- 2 colheres de sopa de salsinha picada
- 1/2 colher de sopa de canela em pó
- 1 tablete de caldo de carne
- 400gr de catupiry
- 2 ovos
- 1 xícara de leite desnatado
- 250gr de queijo parmesão ralado

Modo de fazer:
- deixe a berinjela fatiada de molho na água
- refogue a cebola e o alho no azeite morno
Quando estiver bem quente, coloque a carne, o sal, a pimenta, a canela, o louro e o caldo de carne. depois, quando estiver tudo bem misturado e a carne cozida, desligue o fogo, acrescente a salsinha e reserve.
Unte um refratário fundo (daqueles tipo Marinex, que pode ir ao forno) com azeite, coloque uma camada de batata, cubra com uma camada média de catupiry, uma camada de carne e finalizando uma camada de berinjela. Vá fazendo as camadas até sobrar uns 2 cm para a borda do refratário. Não precisa fazer "cimentcola" com a batata/carne/berinjela, se sobrarem um espaços vazios, pode deixar.
Misture os 2 ovos, o leite e 50gr de queijo parmesão ralado. Com delicadeza, despeje essa mistura por cima das camadas (a mistura vai preencher os "vazios").
Depois, polvilhe tudo com queijo ralado restante (200gr), e coloque para assar em forno médio, até gratinar o queijo.




Cozinhar e comer com amigos é uma das coisas mais prazerosas pra mim. Obrigada, minhas queridas, por esse jantar delicioso!

Não resta sombra de dúvida que esta receita foi aprovada por todas e, com certeza, será feita novamente :)

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

pão overdose de cebolas

Há muito tempo atrás, salvei essa receita no meu computador e não lembro de onde ela veio. O fato é que finalmente fiz esse pão delicioso com a ajuda da 7ª maravilha do mundo doméstico: a máquina de pão. Ela sovou a massa e lá mesmo a massa ficou a descansar em temperatura ideal para o crescimento. O resultado foi uma massa extremamente macia e ótima de trabalhar com o rolo. Fiz esse pão para receber alguns amigos. Não sobrou nenhum pedacinho pra contar a história, ainda bem que deu tempo de fotografar!

Lero lero a parte, a receita do pão é a seguinte:

Massa

500 g de farinha de trigo (aproximadamente)
1 cebola média picada
200 ml de leite morno
100 ml de manteiga derretida
2 ovos pequenos
1 colher sobremesa rasa de sal
1 colher de sopa de açúcar
1 colher (sopa) fermento biológico seco

Bata no liquidificador a cebola com o leite, o óleo, ovos, sal e açúcar. Numa tigela coloque metade da farinha e o fermento granulado. Junte o liquido batido e vá  misturando bem. Acrescente farinha aos poucos, sovando bem a massa, até que desgrude das mãos. Cubra com um guardanapo e deixe fermentar.
(Ou coloque na máquina de fazer pão a farinha, o fermento e o líquido e deixa na função massa e descansar).

Enquanto isso pique 3 cebolas grandes e refogue em 2 colheres de sopa de manteiga, até que fiquem douradas. salgue e reserve.
Abra a massa como um retângulo e espalhe a cebola frita e fria. Se gostar espalhe também um pouco de requeijão firme (eu usei). Enrole como um rocambole.
Fatie o rocambole e vá colocando numa assadeira untada e enfarinhada, intercalando a posição das fatias.
Deixe fermentar novamente em local protegido de correntes de vento. Pincele com gema misturada com shoyu e leve ao forno até dourar.










Desta vez, segui a receita praticamente à risca. Com pães eu não costumo me aventurar nas substituições. A única coisa que não fiz foi pincelar o ovo com shoyu, preferi usar azeite mesmo. Aliás preciso de um pincel, tive que fazer isso com a parte de trás da colher...

Na festinha teve também um antepasto de berinjela e patê de azeitona preta com ricota.


Espero que tenham gostado! ;)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

lasanha de abóbrinha com tofú

Dia desses resolvi que vou começar a usar mais tofú. E lá fui eu comprar um tofú na mercearia japonesa aqui perto de casa. Comprei um que a moça disse: "esse bem molinho, né?" Como eu queria amassar e deixar parecido com uma ricota, foi esse que comprei. Então vejamos se consigo escrever a receita.

Ingredientes:

-1 abobrinha grande, cortada bem fininha de comprido
- meio tofu médio amassadinho com garfo
- temperos a gosto para o tofu: cebola, mostarda em pó, salsa, tomilho, manjericão, sal, azeite, pimenta moída
- molho sugo, de preferência caseiro
- queijo para colocar por cima (pode ser vegarela)
Mergulhei as fatias de abobrinha, na água fervendo com um pouco de sal, rapidamente. Escorri bem, untei o refratário com azeite, coloquei uma camada de abobrinhas no fundo. Coloquei o tofu refogado com todos os temperos e depois coloquei mais uma camada de abobrinha e por cima o molho sugo. Acho que se colocasse uma camada de molho branco aí no meio também ficaria ótimo, mas estava com fome e molho branco demora mais...rs




O meu molho de tomate é feito assim: frito dois dentes de alho com azeite, coloco uma lata de tomate pelado batida no liquidificador, uma colher de chá de açúcar, algo tipo meia colher de café de sal, ervas frescas do quintal e bastante noz moscada moída na hora (uso um minúsculo ralador). Deixo apurar um pouco e pronto. Super rápido de fazer, nada de deixar o molho fervendo por horas...

Fica a dica pra mais um jantarzinho leve e super saboroso ;)

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

wrap! jantarzinho leve e gostoso..

Ufa! Hoje é dia de respirar um pouco mais aliviada, depois de duas semanas bem trabalhosas, estou feliz por ter tempo de postar aqui e por coisas muito boas que tem acontecido. Falo do meu trabalho voluntário lá no Abrigo Dona Cidinha, que tem resultado em bons lares para alguns cãezinhos carentes e isso não tem preço! ;)
Ainda bem que o blog é escrito, porque eu não sei  pronunciar o nome desse trem: wrap! Só sei que eu tinha um pão folha na geladeira, recheei com salada, queijo de tremoço, mostarda tipo "dijon" e homus. Acho esse tipo de lanche ótimo para o jantar pois é bem leve e muito saboroso.
O pão folha é fácil de achar em lojas árabes, assim como o homus. Já o queijo de tremoço, é uma opção para vegans (pessoas que não comem nenhum derivado de animais). Embora não tão saboroso como um queijo de leite, tem o seu charme e, bem temperado com azeite, no meio do sanduíche, fica muito bom. A inventora desse queijo é a Renata Veg Vida que tem muitas outras receitas vegetarianas bem interessantes.

Esse é o tipo de coisa que não tem segredo, a gente coloca o que tem na geladeira. Primeiro eu passei o homus no pão, coloquei a salada, o queijo picado, reguei com azeite, salpiquei mostarda e um pouquinho de sal. Depois foi só enrolar e pronto!



Uma ótima semana para todos!

Ps. Não, eu não fiz o queijo, mas comprei da Renata VegVida através de uma amiga ;)