quarta-feira, 21 de março de 2012

tofú mexido

Mais uma vez, aprendi com a Neny, minha cozinheira inspiradora, uma coisa ótima pra se fazer com tofú. Só ela mesma pra fazer esse alimento tão sem sabor, ficar delicioso! Aliás, combina muito bem com arroz, feijão e uma saladinha. Fica uma delícia!

Nesta receita para duas pessoas, eu usei:

-uma cebola pequena em rodelas finas
-6 pimentas cambuci em rodelas
-1 tomate em cubinhos
- meio tofú pequeno 
- salsinha a gosto
- curry e açafrão a gosto
- sal e pimenta a gosto
- azeite para refogar

Basta fazer um refogado com os três primeiros ingredientes, depois acrescentar o tofú previamente amassado com garfo, temperar com o curry, açafrão, salsinha, pimenta e o sal. Misturar bem para que todo o tofú fique amarelo e absorva bem os condimentos. Deixar secar um pouco e desligar. Isso tudo leva no máximo 10 minutos no fogo.
Ps. a pimenta cambuci pode ser substituida por pimentão, o importante é usar algum legume dessa família, já que eles dão bastante gosto ao tofú. O curry também faz toda a diferença, não deixe de usá-lo ;)

segunda-feira, 19 de março de 2012

massa "podre" integral rápida e fácil para torta doce, salgada ou quiche

Já faz um tempinho que aprendi com a Neny, do restaurante vegetariano Eden*, essa espécie de massa podre que serve pra fazer quiches, tortas salgadas, tortas doces e até mesmo cheese cake. É uma massa super versátil e muito fácil de trabalhar.

Ingredientes:
- 1 copo americano de farinha de trigo integral;
- 1/2 copo americano de farinha de trigo branca;
- 1/2 copo americano de farelo de trigo ou aveia ou gérmen de trigo;
- 1/2 copo americano de água morna;
- 1/2 copo americano de óleo de soja ou outro a gosto;

Colocar tudo em um recipiente largo e amassar bem com as mãos até obter uma massa homogênea. Forrar com a massa uma forma de fundo removível ou um refratário que possa ir à mesa. Moldar uma pequena borda nas laterais que possa segurar o recheio escolhido. 



Em seguida, leve em forno baixo pré aquecido por cerca de 15 minutos para a massar secar um pouquinho.
Enquanto isso é só ir preparando o recheio desejado. Eu usei um tofú pequeno, refogado com um maço de espinafre, uma cebola média, um alho poró, azeite, açafrão in natura** ralado, pimenta moída na hora. Fiz um grande refogado e coloquei por cima da massa após os 15 minutos de forno. Cobri com queijo ralado e levei ao forno novamente para gratinar. Desta vez, usei o forno médio.

Outros recheios que ficam muito bem com essa massa são: ricota com tomate seco, ricota com azeitonas pretas, alho poró com creme bechamel, enfim, o que a imaginação quiser e o que tiver na geladeira. Eu queria usar um tofú que comprei e resolvi fazer assim. O tofú é bem rico em cálcio, vale muito a pena fazer um esforço para colocar esse item no cardápio:


"O Tofú é uma excelente fonte de cálcio, um mineral essencial para a construção e manutenção dos ossos e dentes. É também rico em outros minerais, como o ferro, o fósforo e o sódio e, ainda, em vitaminas do complexo B e vitamina E." - Fonte aqui.

Versão doce

Para fazer o cheese cake, basta amassar uma ricota com o garfo, misturar a ela uma lata de leite condensado e usar como recheio. Neste caso você assa a massa totalmente primeiro, deixa esfriar e aí coloca o recheio de ricota com leite condensado. Pra finalizar, é só colocar um vidro de uma boa geléia de frutas vermelhas por cima. Fica muito bom e é bem fácil de fazer.

* Restaurante Eden - Av. Jabaquara, 1469 - Loja 46 - Saúde - SP - Informações: (11) 2578-4981

** Esse açafrão eu achei ontem num lugar bem legal que se chama Quintal dos orgânicos e fica na Vila Madalena-SP. Esse lugar serve umas saladas e comidinhas, além de vender bastante ítens orgânicos. Adorei ter ido lá, mas os preços são um pouco mais caros que os do O Bom Verdureiro.
Amei essa experiência com açafrão que não aquele em pó. Mas devo dizer que manchei minha torneira de água quente (que é branca) meu pano de prato e minhas cutículas... Muito cuidado: açafrão é um corante natural que funciona muito bem, as coisas ficam beeem amarelas.




terça-feira, 13 de março de 2012

como preparar proteína de soja

Há quem diga, que a proteína de soja texturizada, essa que parece com carne moída, não é das coisas mais saudáveis como se pensava. O ideal mesmo, é consumir a soja em grão, pois a texturizada já passou por muitos processos e, no caso da proteína escura, ainda existe o agravante de conter corante.
Mas é como eu sempre digo: nem tudo pode ser perfeito, não dá pra ser 100% saudável nessa vida. E, no meu caso, o interesse em ser vegetariana é mesmo pelos animais e não por obsessão pela saúde perfeita.

Vou contar como eu gosto da proteína de soja, ou "carne moída de soja":

Ingredientes:
- 1 xícara de proteína texturizada de soja escura;
- 1/2 litro de água morna com 1/2 cubo de caldo de legumes ou caldo de legumes caseiro;
- 1 cebola pequena picadinha;
- 1 dente de alho amassado;
- 1/2 alho poró cortado bem fininho;
-  molho inglês a gosto;
-  pimenta moída na hora;
- salsinha a gosto;
- azeite;

Deixar hidratar a proteína de soja no caldo de legumes por cerca de 10 minutos. Em seguida, colocar em uma peneira e espremer com as mãos até tirar bem a água. Fritar a cebola, o alho poró e o alho no azeite, colocar a soja espremida, os demais temperos, verificar o sal (o caldo de legumes já possui sal). O molho inglês e a salsinha fazem toda a diferença. 
Caso queira incrementar mais, pode-se colocar pimentão picadinho e tomate na hora de fritar os temperos. Lembre-se que a "carne" de soja não tem sabor, você fará com que se torne gostosa através dos ingredientes que usará no refogado.



Aqui eu misturei um pouco de vagem japonesa levemente cozida na soja. Você pode fazer com quiabo, berinjela, abobrinha, etc. Servi com purê de batata doce e cará temperado com azeite e noz moscada.