quinta-feira, 24 de julho de 2014

caldo de legumes com espinafre, alho poró e macarrãozinho

Aqui em Sampa está um friozinho considerável nos últimos dias. Por isso, na hora da janta, não há nada melhor do que uma bela sopa pra aquecer. Com as coisas que haviam na geladeira anteontem, fiz essa sopa, que ficou bem gostosa. O espinafre ficou macio, o caldo saboroso e o pão italiano com azeite foi uma combinação bem aconchegante.

Ingredientes:

- 2 xícaras de folhas de espinafre fatiado
- 2 batatas médias em cubos pequeninos
- 3 mandioquinhas inteiras
- 1 cenoura em cubos pequeninos
- 1 tomate maduro sem sementes cortado em quadradinhos
- 1/2 alho poró fatiado bem fininho
- sal a gosto (usei aproximadamente "1/2 colher de sopa rasa")
- pimenta e coentro em grão moídos na hora
- salsinha picadinha a gosto
- um fio de azeite
- um punhado de macarrão tipo "pai nosso"
- 2 litros de água (dependendo do tamanho dos legumes pode precisar de mais)

Refogue o alho poró com o fio de azeite, acrescente o tomate e refogue mais um pouco.  Em seguida coloque a água e os legumes, o sal e os temperos. Reserve o espinafre e o macarrão. Deixe cozinhar bem, até que a mandioquinha, a batata e a cenoura fiquem bem macios. Retire as mandioquinhas da panela com uma escumadeira, coloque em um prato e amasse com um garfo. Volte as mandioquinhas pra panela. Acrescente o espinafre e o macarrão. Verifique o sal e os temperos. Quando o macarrão estiver cozido, a sopa estará pronta.

O pão italiano ou francês, você pode cortar em fatias, passar azeite e esquentar na sanduicheira. Fica ótimo pra servir com a sopa!




Bora aproveitar o que o frio tem de bom! 

quarta-feira, 23 de julho de 2014

o ovo quente da Nigella

E a paixão por café da manhã só cresce, ainda mais quando tenho boa companhia. Infelizmente, estas cancerianas só tem tempo pra tomar café da manhã juntinhas, aos sábados e domingos, mas é ótimo, porque eu espero por isso a semana inteira, planejo fazer coisas gostosas e acaba sendo delicioso!

Foi assim que eu fui buscar uma receita de ovo pochê e encontrei, no youtube, Nigella Lawson explicando como fazer esse ovo. E meu amor, que é "louca por ovo com gema mole" simplesmente amou! 

Para o ovo guardado na geladeira, coloque-o em uma panela com água fria e ligue o fogo. Quando a água começar a ferver, com a ajuda de um timer, marque exatos 4 minutos e desligue. Retire o ovo e tire a tampinha dele como aparece na foto. Eu usei uma faca bem afiada pra fazer isso, tirando a tampa com um gesto um tanto brusco, conforme a dica da Nigella.

Para o ovo em temperatura ambiente, você coloca ele na água já fervendo e conta, da mesma forma, 4 minutos.

Fica bom servido com sal grosso e pimenta do reino moídos na hora.




Bons cafés da manhã cheios de amor pra todos! 

sexta-feira, 18 de julho de 2014

queijo fresco caseiro fácil

Coisa boa é o queijo fresco que minha mãe fazia. Hoje ela não consegue mais fazer pois vive na cama, mas estou sugando tudo que ela ainda lembra e registrando aqui, pra que as coisas não se percam no tempo. 

Para o queijo fresco da Dona Rosa, você vai precisar de:

- 3 litros de leite de saquinho - eu usei tipo C (aqueles que a gente buscava na padaria antigamente e vinha balançando o saquinho pela rua :)
- 1 colher de sopa cheia de coalho (encontra-se em grandes lojas tipo pet shop e alguns mercados)
- 2 formas cheias de furinhos próprias para queijo

Coloque o leite em uma panela funda e aqueça levemente, para que fique apenas morno. Desligue o fogo. Misture o coalho muito bem com uma colher e tampe a panela. Cubra com um pano e deixe descansar, em cima do fogão mesmo, por aproximadamente 4 horas.

Retire com auxilio de uma escumadeira a massa que se formou (parecida com uma coalhada) e coloque nas formas. Esse conteúdo não irá caber todo de uma vez nas formas. Então é preciso deixá-las escorrendo sobre uma peneira ou um recipiente que possa abrigar o liquido que escorrerá pelos furinhos e, conforme o queijo for "abaixando", você coloca o restante do conteúdo.

Quando toda a massa estiver nas formas, salpique sal por cima e leve para a geladeira. Sempre que abrir a geladeira, retire o soro que escorreu para o recipiente. Após uns dois ou três dias, veja se o queijo já tem firmeza suficiente pra você vira-lo do outro lado, devolver à forma e colocar sal na outra extremidade. Faça isso e deixe descansar mais uns dois dias na geladeira. Você vai notar que quase não sai mais soro e aí é a hora de passar cuidadosamente uma faquinha em volta do queijo para soltá-lo e desenformá-lo.

 Essas são as formas...



...e o coalho que utilizei


 Este é o leite coalhado depois de aproximadamente 4 horas



 Hora de colocar nas formas


  Depois de dois dias, a massa já está mais baixa, a maior parte do soro saiu


 Aqui o queijo que só virei no terceiro dia, ainda quebradiço, coloquei o outro lado pra cima e salpiquei o sal


E este é o queijo desenformado depois de uma semana (resolvi esperar mais porque queria ele bem firme)



Vejam que a consistência dele ficou amanteigada, bem parecido com o que minha mãe fazia, mas o tempo de cura vai da consistência que você mais gosta, é o caso de fazer esse grande sacrifício de ir testando e experimentando. 

E tem mais uma coisinha que ela fazia: o pão de soro de leite. Aquele soro que ficou na panela, virava um delicioso pão de forma. Mas esse, não consegui encontrar a receita nas coisas dela, então improvisei e ficou muito, muito bom! Um pão bem levinho!

Ingredientes:

- 1,5 copo de soro (do queijo) morno
- 4 copos de farinha de trigo
- 1 colher de sopa de manteiga
- 1 colher de sopa de açúcar
- 1 colher de chá de sal
- 1 sachê de fermento biológico seco

Colocar todos os ingredientes na máquina de fazer pão, no ciclo sanduíche ou normal. Esta receita é para um pão de 900 gramas. Ou você pode colocar no ciclo massa, para apenas bater e crescer e, depois, retirar da máquina e dar o formato que quiser e levar ao forno pré aquecido, em temperatura média, em forma enfarinhada por cerca de 30 minutos.


Então boas "queijadas" para todos! hehe

segunda-feira, 14 de julho de 2014

pensando em mudar tudo

Uau, faz tempo que não escrevo aqui! Nem tenho feito muitas receitas novas. Mas tenho pensado muito sobre a minha vida e sobre o que me faz feliz e, definitivamente, preciso trabalhar com algo que me dê prazer! Ando pensando em fazer um curso bacana de cozinha. Acho que, em breve, a ideia sai do imaginário pra vida. Alguém tem alguma sugestão?

Será que levo jeito?