quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

espaguete à minha moda

Precisando fazer algo rápido? Essa receitinha não tem segredo, certeza que todo mundo faz algum espaguete parecido por aí. Na verdade, eu vim aqui mais pra mostrar a minha primeira faca de chef, que ganhei da Cá no último domingo. Nossa, ela corta até a alma! Reparem como a abobrinha ficou cortada em quadradinhos perfeitos. Agora entendo a diferença que faz uma bela faca. :) :) :)

Vamos à receitinha.

Ingredientes:
- meio pacote de espaguete (250 g)
- 1 lata de tomate pelado 
- 1 cabeça de alho (ou a gosto)
- 2 tomates maduros sem sementes cortados em cubinhos
- 1 abobrinha pequena cortada em cubinhos
- azeite a gosto
- sal, pimenta do reino, manjericão, orégano, noz moscada 

Refogue 4 dentes de alho espremidos com um fio de azeite. Acrescente a lata de tomates pelados (eu bati rapidamente no liquidificador). Adicione sal, pimenta do reino moída na hora, noz moscada, orégano  e manjericão (preferência frescos) e uma pitada de açúcar. Deixe ferver até apurar.

Refogue a abobrinha com um fio de azeite, um dente de alho picadinho bem pequenino, sal e pimenta até que fique cozida porém firme. Reserve.

Cozinhe o macarrão em água, sal e um fio de azeite. Escorra, passe água fria para que ele fique naquele ponto e não amoleça mais. 

Em uma frigideira grande, refogue os tomates com o restante dos alhos em lâminas bem fininhas e azeite a gosto. Junte o macarrão, as abobrinhas e sirva com o molho e o queijo ralado à parte.


Minha nova faca: 



Aliás, dia desses, li num blog que uma das coisas que acontecem na sua vida quando você se torna um cozinheiro é que você desenvolve uma obsessão por facas. Aliás, é um texto muito divertido que tem 50 coisas que não te avisaram sobre ser cozinheiro.

Eu acho que o texto original é esse AQUI. Mas como tem vários blogs que o publicaram, então, não sei para quem dar os devidos créditos.

E por falar em cozinheiros, tem um vídeo da Paola Carosella, chef que admiro muito, que tem um jeito de trabalhar respeitando a sazonalidade dos alimentos, o aproveitamento das coisas, sem desperdícios, enfim, nesse vídeo, ela dá uma receita de molho de tomate que eu acho ótima e fala dicas muito legais sobre o tempo certo de colocar as ervas e o azeite. Vale muito a pena assistir:

 

Quando eu crescer, quero ser que nem ela  

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

empada sem glúten

Olá a todos, feliz seja 2015! 

No mês de dezembro, resolvi fazer um curso rápido de salgados sem glúten. Nele, aprendi a fazer quiche, empada, muffins e um bolo.

O curso foi ministrado pela Chef Luana Budel, do blog Falando Abobrinhas  e eu gostei bastante. A minha receita preferida foi da empada, então, vou colocá-la aqui primeiro.

Para fazer qualquer coisa sem glúten, você irá precisar de uma farinha base, que pode ser uma farinha pronta sem glúten, encontrada em lojas de produtos naturais, ou você pode fazer a farinha desenvolvida pela Chef Luana que é assim:

Farinha branca base:

- 450 g de farinha de arroz branca
- 115 g de fécula de batata
- 60 g de polvilho ou fécula de mandioca
- 60 g de amido de milho
- 18 g de goma xantana

Misturar bem todos os ingredientes e guardar em pote bem tampado ao abrigo de umidade ou da luz.

Empada de salmão defumado e cream cheese

Ingredientes:

- 337 g de farinha sem glúten
- 150 g de margarina sem lactose
- 1,5 ovo batido
- aproximadamente 4 colheres de sopa de água
- 200 g de tofu batido (ou cream cheese)
- 1 colher de sopa de azeite
- 200 g de fatias de salmão defumado (ou palmito, azeitona, etc)
- 1 colher de sopa de dill picado
- 1/2 colher de chá de pimenta do reino moída
- sal marinho a gosto

Primeiramente unte e reserve 12 forminhas para empadas ou muffins. Misture a farinha com a margarina com a ponta dos dedos. Aos poucos vá acrescentando a água para dar a consistência de massa podre.

Abra 2/3 da massa em uma superfície enfarinhada. Usando um cortador, corte 12 discos que forrem as forminhas. A sobra será reutilizada para abrir novamente e fazer as 12 tampas para as empadas. Leve a massa para gelar.

Recheio: misturar tofu (ou cream cheese, ou ricota), salmão, azeite, dill e temperos.

Montagem: rechear 3/4 de cada tortinha. Umedecer as bordas das tampas e fechar as tortinhas. Fazer um buraquinho no topo para o ar sair. Pincelar com ovo (aquele meio ovo batido que sobrou da massa).

Assar em forno pré aquecido a 180º por aproximadamente 30 minutos.


Bom, primeira coisa que eu aprendi é que preciso de uma balança digital. Tenho cá pra mim que vale muito a pena investir nisso e estou à procura de sugestões de marcas e onde comprar uma cujo custo benefício compense. Mas, se você não tiver uma balança, há copos medidores que ajudam bastante e é possível fazer com eles também.

Segunda coisa que eu aprendi, foi que esse tempero chamado dill é bem gostoso! E que você pode usar um bico de confeiteiro pra fazer esse furinho certinho na tampa da empadinha. E você deve fazer o furinho antes de tampar e grudar a massa de cima na massa debaixo.  Ao assar, o tofu ou ricota vai sair um pouquinho pelo buraquinho e fica bem bonito o resultado.

E aí, matutando e matutando nesse final de ano, decidi que vou fazer o curso de tecnologia em gastronomia na Famesp, onde a Chef Luana Budel dá aulas de gastronomia funcional. Estou bem animada com essa decisão e pronta pra mudar minha vida, quero finalmente fazer algo que gosto!

2015 será um ano de desafios, quero aprender tudo o que for possível, essa é minha maior meta! :)