terça-feira, 30 de junho de 2015

rolinhos apimentados de tofu com abobrinha

Penso que se existe um jeito bom de comer tofú é deixar ele marinando em um molho apimentado.
Neste caso, deixei ele marinar no molho apimentado, enrolei em fatias muito finas de abobrinha crua e levei ao forno para assar. Depois, coloquei um molho agridoce por cima e pronto. Ficou uma entrada deliciosa!

Para a marinada do tofu:

-meia pimenta dedo de moça 
-um dente de alho 
-1/4 de xícara de azeite
-1/4 de xícara de shoyu ligth
-1/2 tofu firme cortado em bastões ou cubos

Amassar a pimenta (sem sementes) e o alho em um pilão, juntar o azeite e o shoyu e colocar sobre os cubos de tofu deixando-os marinar nesse molho por 20 minutos.
Em seguida, corte uma abobrinha em tiras muito finas (usei um descascador de legumes) e enrole os bastões de tofu, escorrendo o excesso de líquido da marinada.
Leve ao forno em refratário untado e asse até que as abobrinhas fiquem macias e o tofu fique bem quente. Sirva com molho agridoce da sua preferência.

Sugestão de molho agridoce:

-melado de cana (aproximadamente 1 colher de sopa)
-suco de uma tangerina (ou duas se for muito pequena)
-1 colher de sopa do líquido apimentado que sobrou da marinada

Misture tudo em uma panelinha e ferva até engrossar levemente. Verifique o sabor e, se necessário coloque mais melado de cana. Coloque uma fina camada desse molho sobre os rolinhos.





Rendimento aproximado: 12 rolinhos.


sexta-feira, 26 de junho de 2015

dall de ervilhas e espinafre com pão chapati

Falando em apimentar o cardápio e aproveitando a temporada de inverno, hoje venho trazer uma receita de dall que eu adoro. Dall é um ensopado indiano, que leva leguminosas, folhas e muitos condimentos, geralmente servido com um pão como o chapati ou outro pão indiano. Trata-se de um ensopado bem condimentado e levemente apimentado (ou muito se você preferir). No inverno, é ótimo pra aquecer, muito aconchegante e saboroso. Vamos à receita?

Ingredientes:

-1 colher de sobremesa de manteiga clarificada
-1 cebola grande em cubos
-3 dentes de alho picados
-2 tomates concassé (tomates sem pele e sem sementes cortados em cubos)
-2 batatas médias descascadas em cubos
-6 pimentas cambuci cortadas em cubos
-1 maço de espinafre (destacar somente as folhas)
-1/2 xícara de ervilhas secas partidas ou 1 xícara de ervilhas frescas congeladas (se for usar a seca, deixe de molho por no mínimo 1 hora)
-coentro a gosto
-1 colher de sobremesa de curry
-sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

O processo é super simples. Coloque a manteiga na panela, sue a cebola e o alho rapidamente, acrescente os demais ingredientes (menos o sal e a pimenta) e em seguida coloque água até cobrir. Deixe cozinhar até que forme um caldo cremoso mas com alguns pedaços. Coloque o sal e a pimenta no final.




  
Para fazer o chapati:

-1 xícara de chá de farinha
-1 pitada de sal
-1 colher de sopa de azeite
-1/4 de xícara de água

Junte todos os ingredientes em uma tigela e misture bem. Sove e corte em quatro partes, com elas, faça quatro bolinhas. Abra com o rolo e leve ao fogo em uma frigideira ou panquequeira ou chapa bem aquecida. Depois de "assar" dos dois lados, coloque direto na boca do fogão pra ele formar uma bolha de ar e estufar.

Também fica ótimo com chutneys como esse da foto que foi feito com pimenta cambuci e tangerinas.

Bom friozinho!

terça-feira, 16 de junho de 2015

conserva de pimentas, alhos e ervas

Há muitos jeitos de fazer conservas de pimenta e muita conserva de pimenta sendo vendida por aí.
Mas se há algo que faz toda a diferença é aromatizar a conserva com as suas ervas preferidas e alho. A conserva fica saborosíssima e duas ou três gotinhas perfumam e temperam o prato incrivelmente!
Além do mais, você pode dar seu toque pessoal, usando as suas ervas preferidas e fazer uma conserva exclusiva.

Para estas conservas eu usei:
-pimentas amarelinhas (cumari do pará)
-pimentas malaguetas
-alhos sem casca
-galhos de tomilho
-galhos de manjericão
-folhas de louro
-potes de vidro
-azeite e/ou óleo



Todos os temperos, usei frescos, o sabor é muito melhor, por isso sempre os tenho plantados em vasos, inclusive o louro. Na minha opinião, temperos secos tem sabor de gaveta...
As duas pimentas que usei tem grau forte de ardência, ganhei da horta do irmão e como adoro essa ardência, ficou perfeito. Mas se você vai comprar, sugiro comprar uma de cheiro e uma mais forte pra balancear.

Primeiro lave bem todas as pimentas, esterilize com hipoclorito de acordo com instruções do frasco, seque-as muito bem e reserve. Faça o mesmo com as ervas e alhos.

Ferva todos os potes  de vidro que irá usar em uma grande panela e depois coloque-os no forno aquecido pra secarem bem. Isso fará toda a diferença, secar com o pano de prato (por mais que seu pano esteja limpinho) vai contaminar seu pote com inúmeras bactérias e a pimenta não vai durar.

Feito isso, tire os "cabinhos" e coloque as pimentas nos frascos, alternando os tipos (um pouco das amarelas, um pouco das vermelhas e assim por diante). Coloque as ervas que gostar, um raminho de cada uma delas, uma folha de louro e quantos alhos desejar. No caso dos alhos, fiz um corte em cada um deles para que liberassem o sabor.

Por último cubra com óleo de milho, ou azeite, ou um mix de óleo e azeite, como preferir. Eu gosto do óleo, acho que fica bem bom e sobressai o sabor da pimenta e das ervas. Espere no mínimo uma semana (duas fica melhor) e estará pronto para consumir. Utilize sempre uma colherinha absolutamente seca para servir-se da pimenta e, depois de começar a usar, conserve em geladeira.

Essa conserva fica deliciosa e é bem bacana também pra dar de presente.

O mesmo processo pode ser usado para fazer azeite de ervas.