segunda-feira, 25 de julho de 2016

hambúrguer de ervilha com shitake

Quem acha que hambúrguer vegetariano não pode ser bom, precisa experimentar esse. No geral, todos os hambúrgueres que são feitos com cogumelos e leguminosas ficam bem gostosos.
Por falar nisso, a soja é algo que tem ficado cada vez mais ultrapassado no cardápio dos vegetarianos. Quando analisamos um pouco mais a fundo, a proteína texturizada de soja, presente em vários hambúrgueres, é resultado de um processo industrial que modifica muito as propriedades do ingrediente. Ingrediente esse que tem sido produzido em larga escala através de sementes transgênicas e muito agrotóxico. Por isso, aquela coisinha texturizada de soja não deve ser muito boa e você pode usar muitas outras coisas no seu lugar.

Ingredientes:

- 250 g de ervilhas frescas cozidas em água e sal 
- 6 unidades de cogumelos shitake previamente hidratados em fundo de legumes
- 2 colheres de sopa de farinha de banana verde 
- 1/2 cebola em brunoise (o menor cubo)
- 2 colheres de sopa de azeite
- salsinha e cebolinha a gosto
- sal e pimenta do reino a gosto
- cominho moído (opcional)

Cozinhe bem as ervilhas, amasse-as com um garfo e reserve.
Hidratar os cogumelos em caldo de legumes quente por 2 horas, espreme-los bem e cortar em brunoise.
Em uma panela, refogue a cebola com o azeite e, em seguida, acrescente os cogumelos picados,  os demais temperos,  as ervilhas amassadas. Desligar o fogo, acrescentar a farinha e misturar muito bem, até formar uma massa homogênea. 
Forrar uma bandeja com papel manteiga e pincelar um pouco de óleo.
Com a ajuda de um aro de metal, moldar os hamburgueres sobre a folha de papel manteiga, pressionando-os bem com as mãos, para que fiquem prensados e que se possa retirar o aro de cada um deles.
Leve-os ao freezer nessa bandeja para que endureçam um pouco antes de fritar. Quando estiverem firmes já podem ser fritos ou grelhados com um fio de óleo de girassol. 
Para guardar-los congelados, basta esperar que congelem ainda na bandeja e depois de congelados, basta guardar como preferir, num pote plástico ou em saquinhos individuais para congelados. 





Obs:
- você pode usar shitake desidratado, como eu fiz aqui, ou fresco, caso encontre com facilidade;
- as ervilhas, usei das congeladas;
- usei a farinha de banana verde pra dar liga pois a minha ideia era fazer um hambúrguer sem glúten e funcional, mas ela pode ser substituída pela farinha de trigo sem problemas;
-Na segunda foto, servi o hambúrguer com creme de taioba, uma versão do creme de espinafre, só que com taioba, minha nova paixão :) 

quinta-feira, 7 de julho de 2016

pudim de iogurte e coco com calda de frutas e cachaça

 Olá!

Conforme prometido no meu post anterior, aqui estou com a receita do pudim que fiz com o kefir.

Esse pudim é uma dessas receitas bem simples, que qualquer pessoa pode fazer rapidinho e surpreender, porque fica delicioso. Então, se você marcar um jantar de última hora, é uma ótima pedida.

Ingredientes do pudim:

-1 lata de leite condensado 
-3 copos de iogurte natural integral (firme) ou coalhada
-3 colheres de sopa de coco ralado
-manteiga para untar a forma

Unte a forma escolhida apenas com manteiga e reserve. Bata os ingredientes do pudim no liquidificador até que fique bem homogêneo. 
Se você for usar o iogurte de kefir, deixe-o escorrer o soro (no pano) por pelo menos duas horas, lembre-se que seu iogurte deve ser firme.
Leve o pudim ao forno, na forma escolhida e previamente untada, por exatamente 15 minutos, se possível, contados no timer. O forno deve estar pré aquecido a 180º/ 190º.
Passados os 15 minutos, retire do forno e leve para a geladeira.

Ingredientes da calda:

-5 figos
-10 morangos
-1/2 xícara de açúcar demerara
-1/2 xícara de água
-1/2 dose (onça) de cachaça 

Cortar as frutas em cubos pequenos, levar ao fogo com os demais ingredientes. Quando a calda engrossar e as frutas estiverem cozidas, acrescentar a cachaça e inclinar levemente a frigideira para a calda flambar. Ferver por mais 2 minutos e desligar. Deixar esfriar e servir sobre os pedaços de pudim.