terça-feira, 20 de dezembro de 2016

torta vegana e sem glúten

Eu sei que já tem aqui um bocado de tortas de liquidificador. Talvez porque eu acho importante ter lanchinhos gostosos e saudáveis que não demandem tanto trabalho, ou talvez porque eu goste mesmo de torta de liquidificador, acabo sempre fazendo. É simples, é confort food total e é uma receita sustentável, que você adapta para as coisas que você tem em casa. 
Essa torta aqui, ficou especial, porque o sabor da massa ficou muito gostoso e sem aquele gosto característico, não muito bom, da farinha de arroz. Enfim, vale a pena compartilhar essa receita porque foi a melhor massa que já fiz até hoje. 

Então, lá vamos nós!

Ingredientes

Massa:
- 1 xícara de chá de óleo de girassol
- 2 colheres de sopa de chia hidratadas em 1 xícara de chá de água
- 2 xícaras de chá de caldo de legumes (preferência caseiro)
- 1 xícara de chá de farinha de arroz
- 1 xícara de chá de amido de milho
- 1 colher de chá de sal marinho
- 1 colher de sopa de fermento em pó
- 1 cenoura pequena crua
- 1 colher de chá de cominho em grãos

Recheio:
- 1 maço de espinafre
- 4 dentes de alho
- azeite
- 1 pimentão pequeno em cubinhos
- 1 tomate italiano sem sementes em cubinhos
- sal e pimenta do reino moída na hora

Massa / modo de fazer:

Limpar a cenoura e cortar em cubinhos. Bater bem no liquidificador com o caldo de legumes e o óleo. Acrescentar o amido, a farinha de arroz, o cominho, o sal e por último a chia hidratada e o fermento. 

Recheio / modo de fazer:

Refogar o espinafre com o alho, o azeite e o sal. Deixar bem sequinho e reservar. 

Em uma assadeira de 26 cm de diâmetro, untada com óleo e farinha de arroz, colocar metade da massa. Espalhar o espinafre refogado, os cubinhos de pimentão e tomate ainda crus e salpicar pimenta do reino moída. Em seguida, colocar a outra camada de massa e decorar com gergelim. Levar ao forno pré-aquecido à 200°C por aproximadamente 40 minutos ou até que fique dourada. 

O recheio você pode variar com as verduras, legumes ou cogumelos que estiverem na sua geladeira. Essa massa de bater a cenoura com o óleo (igual ao bolo de cenoura) é bem legal pra torta, porque as tortas sem glúten, com farinha de arroz, tendem a ficar com um gosto não muito bom que a cenoura corrige.



sábado, 17 de dezembro de 2016

tofú com espinafre, shitake e gengibre

Tofu não necessariamente deve ser sem graça. É um alimento muito rico em cálcio e muito versátil, pode ser usado para vários pratos vegetarianos de maneiras bem interessantes. 
Essa receita é bem fácil e foi o jeito mais gostoso que eu já fiz o tofu. E o melhor, aqui perto de casa, tem umas mercearias japonesas que vendem tofu artesanal, inclusive tem um, que diz no rótulo, ser feito a partir de soja não transgênica. E eu acredito e fico feliz de encontrá-lo. :) 

Ingredientes:

- 1 maço de espinafre cozido e escorrido 
- 6 cogumelos shitake frescos
- 1 tofu pequeno (aproximadamente 150g)
- 1 cebola pequena em cubinhos
- 10 tomatinhos sweet grape
- gengibre ralado à gosto (eu usei aproximadamente 1 colher de café de gengibre ralado) 
- 1 colher de sopa de azeite de oliva
- 1 colher de sopa de óleo de gergelim
-  colheres de sopa de shoyu
- cebolinha à gosto
- pimenta do reino moída à gosto
- sal à gosto

Primeiro você lava e retira o excesso de talos do espinafre. Eu gosto de tirar só os que são muito grossos, os demais eu mantenho. É importante cozinhar o espinafre em água e sal e descartar a água do cozimento, já que o espinafre é rico em ácido oxálico. 
Em seguida, coloque a cebola para refogar com o azeite de oliva, na sequência acrescente os cogumelos e assim que estiverem macios, retire alguns para decoração. Junte o óleo de gergelim, o tofu em cubos, o espinafre e vá temperando com os demais ingredientes (exceto os tomatinhos). Coloque num refratário, decore com os tomatinhos partidos ao meio e com os cogumelos que reservou para decoração.